Dinheiro esquecido nos bancos: saiba como consultar

Dinheiro esquecido nos bancos: saiba como consultar

A estimativa é que haja R$ 4 bilhões a serem devolvidos a 28 milhões de consumidores e empresas só nesta primeira fase, segundo informou o BC ao UOL. A quantia total chega a R$ 8 bilhões.

Então caso ainda não tenha feito sua consulta, confira como proceder.

Em primeiro lugar acesse o site: https://valoresareceber.bcb.gov.br/publico/

Após informar CPF e data de nascimento no site, o consumidor ou a empresa é redirecionada para outra janela. Caso haja valores a receber, aparecerá no canto esquerdo um selo de visto verde. Já no lado direito constará as informações de data e horário da nova consulta, quando se saberá quando, de fato, é o valor esquecido. Caso não tenha dinheiro para ser devolvido, aparecerá a seguinte mensagem: "Atualmente você não tem valores a receber"

O BC informa que haverá uma próxima fase de liberação de dados em que novos valores serão disponibilizados. Assim, quem consultou a ferramenta e viu que o saldo estava zerado poderá ter mais uma chance a partir de maio.

Quando eu vou saber o valor?
O sistema criou um calendário para que as pessoas físicas e jurídicas possam pedir o resgate e saber o valor exato esquecido — na consulta disponibilizada a partir da noite de domingo (13) a quantia não é informada. Foram criados três períodos, definidos a partir da data de nascimento da pessoa ou de criação da empresa. 7 a 11/3 - para nascidos ou empresas abertas antes de 1968 14 a 18/3 - para nascidos ou empresas abertas entre 1968 e 1983 21 a 25/3 - para nascidos ou empresas abertas após 1983 É preciso ficar atento ao horário definido pelo site após a consulta disponibilizada hoje. Confira se foi para o período de 4h às 14h ou de 14h às 24h. 

Repescagem
A repescagem também segue calendário a partir da data de nascimento da pessoa ou de criação da empresa. 12 de março - para nascidos ou empresas abertas antes de 1968; 19 de março - para nascidos ou empresas abertas entre 1968 e 1983; 6 de março - para nascidos ou empresas abertas após 1983. Caso não consiga nessas datas, é possível consultar ou solicitar o resgate do saldo existente a partir de 28 de março. O site para consulta havia sido anunciado ainda em janeiro. Mas a novidade animou tanto os brasileiros que o sistema logo ficou sobrecarregado e saiu do ar, fazendo com que o BC suspendesse a operação até que um novo site fosse criado.

Veja o passo a passo:
- Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br
- Digite seu CPF ou CNPJ para consultar se você tem valores esquecidos em bancos;
- Se sim, guarde bem a data que o sistema vai te informar. É neste dia que você saberá o valor exato que tem a receber e solicitar a transferência, também pelo valoresareceber.bcb.gov.br.

A devolução do dinheiro poderá ser feita via Pix a partir de 7 de março. Aqueles que não tiverem ou preferirem não indicar uma chave na hora de pedir a transferência serão informados pelos respectivos bancos sobre como será feito o depósito. Se você não conseguir acessar o site no dia indicado pelo sistema do BC, não se preocupe: volte ao valoresareceber.bcb.gov.br em outro momento e repita o processo. O sistema vai te informar uma nova data para retorno.

Notícia acessada em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2022/02/15/como-saber-valor-a-receber-de-dinheiro-esquecido-nos-bancos.htm em 22/02/2022 às 20h21min


RELACIONADOS

Leia também